Sexta-feira, 16 de Julho de 2010

“Ao longo da vida, a tendência é para as pessoas passarem cada vez mais tempo sozinhas e fechadas dentro das suas casas, transformadas em verdadeiras “torres de marfim”. A maneira como se acumulam bens físicos e se procura melhorar os espaços domésticos reflecte um cada vez maior alheamento em relação ao espaço público colectivo, que raramente é pensado como um bem comum.” Exame nacional

 

 

Actualmente a sociedade encontra-se absorvida pelo materialismo excessivo, sendo o isolamento uma realidade. Com efeito a espaço público e as relações colectivas são praticamente aniquiladas, a preocupação assenta em cada indivíduo isoladamente, apenas o seu bem-estar e qualidade de vida o preocupam.

Como se pode ver a sociedade de hoje está completamente obcecada com as novas tecnologias, sendo a difusão da internet um exemplo dessa obsessão. Este exemplo ainda que tenha um leque enorme de vantagens, mesmo a nível de facilidade de comunicação, sabe-se que esta comunicação não é autêntica. A realidade é que as pessoas fecham-se nas suas casas e não se relacionam verdadeiramente, isolam-se no seu mundo e muitos são os problemas que podem surgir desta nova realidade.

Veja-se a prática habitual de muitos portugueses de se deslocarem a fim de beber café com os seus amigos, um pequeno acto que permite a socialização . No entanto a grande maioria das pessoas hoje possui em casa uma moderna máquina de café e as saídas diminuem. Como este exemplo existem inúmeros, os computadores permitem a realização de compras sem deslocações das pessoas às respectivas lojas. Assim sendo existe apenas a preocupação de comprar mais ferramentas para tornar a vida das pessoas mais facilitada.

Do mesmo modo as pessoas vão envelhecendo e o isolamento vai-se tornando mais catastrófico. As pessoas não se preocupam com os demais, sendo que por vezes desconhecem o seu vizinho do lado e quantas vezes estes morrem isolados sem que ninguém se aperceba da sua ausência, tudo isto porque as pessoas vivem cada vez mais sozinhas, não existem socialização. Cada um vive a sua vida sem se preocupar com os que o rodeiam, e este é o grande problema da actualidade.

Portanto é necessário ter consciência de que melhorar a qualidade de vida não se prende somente com a aposta na habitação mas também com a preocupação pelos outros e pela relação com estes. A verdadeira comunicação traz mais vantagens e saberes do que se possa imaginar. É necessário agir numa mudança.

publicado por pxipiteka às 12:37
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


Últ. comentários
Um encanto...Vai lá ver o Gerad Butler...OMG, ser...
sim titi um génio de facto,é pena n existirem mais...
este homem é mesmo um verdadeiro génio'Pedir mais ...
Está maravilhosa esta campanha =DTiti*
arquivos
2010

2009

blogs SAPO


Universidade de Aveiro